Atacada por jararaca na área rural de Vilhena, mulher de 31 anos é levada para hospital junto com a cobra viva

Marido da vítima disse que iria soltar o animal longe de sua casa



Moradora de um sítio próximo à área urbana de Vilhena, uma mulher de 31 anos deu entrada no Hospital Regional, na noite de ontem, após ser picada por uma cobra na propriedade.

O animal que desferiu o ataque foi levado vivo para a unidade de saúde,  junto com a vítima. O marido da mulher disse que ela estava mexendo com algumas plantas no sítio, quando a jararaca desferiu o bote em seu pé.

Outro familiar da sitiante capturou a víbora e a colocou num vidro. A Polícia Militar teria prestado socorro ao casal. No HR, soro antiofídico e remédios para dor foram ministrados à paciente, que deve receber alta neste sábado, 11.

O marido voltou para a zona rural com o animal, e disse que iria soltá-lo longe de sua casa. O socorro imediato, que teria levado menos de 20 minutos, foi determinante para que a mulher sobrevivesse ao ataque.
Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Postar um comentário

0 Comentários