Camaro cedido pela Justiça à Polícia Militar de Rondônia será utilizado como viatura

O veículo ainda é de responsabilidade da justiça, fruto de apreensão e destinado para a corporação, assim como já tem acontecido em vários outros Estados do país.

Um veículo Camaro, apreendido na Operação Fortress pela Polícia Federal em 2017, foi destinado à Polícia Militar de Rondônia. De acordo com a corporação, o carro, que tem manutenção cara, não será utilizado em patrulhamento.

O assunto ganhou as redes sociais nesta sexta-feira (03), com questionamento de dezenas de internautas, sobre a necessidade da nova viatura policial. No início da tarde, o Comando da PM emitiu nota sobre o assunto.

A Operação Fortress, realizada em Rondônia em outubro de 2017, desarticulou associação criminosa voltada para o tráfico de drogas e lavagem de capitais em diversos Estado do país. Foram apreendidos veículos de luxo, dinheiro e até um avião.



Veja nota:


O veículo, Chevrolet Camaro, personalizado com as cores e adesivos atualizados da Corporação da Polícia Militar, com direito a giroflex e rádio foi destinado à PMRO pela Justiça de Rondônia e a princípio, será utilizado pela Coordenadoria de Atividades Sociais em atividades desenvolvidas como desfiles, formaturas, solenidades, exposições, campanhas preventivas de educação nas escolas, bem como no Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), entre outros.

O Camaro que agora é uma viatura, foi apresentado na manhã desta sexta-feira (3) ao Comandante Geral da Polícia Militar de Rondônia, coronel Mauro Ronaldo Flôres Corrêa.

Vale ressaltar, que não houve gasto da Polícia Militar e do Governo de Rondônia para a aquisição do Camaro, ou seja, o veículo ainda é de responsabilidade da justiça, fruto de apreensão e destinado para a corporação, assim como já tem acontecido em vários outros Estados do país.

Fonte - Rondoniagora

Postar um comentário

0 Comentários