Últimas

6/recent/ticker-posts

PM é assassinado a tiros em fazenda de Rondônia

Vítima foi identificada como Tenente Figueiredo Sobrinho. Policiais que se deslocaram à fazenda para retirar o corpo do PM sofreram uma emboscada.

Um policial militar identificado como Tenente Figueiredo Sobrinho foi morto a tiros em uma fazenda de Mutum-Paraná, distrito de Porto Velho, no sábado (3). Familiares que estavam com o PM no local também foram feridos.


Segundo uma das testemunhas, a vítima e parentes eram acostumados a frequentar a fazenda e conheciam os moradores das proximidades. Entretanto, o lugar ficou hostil após "milícias de terras" invadirem o local.


"É a fazenda de um amigo nosso, é uma fazenda grande. E nós somos acostumados a frequentar. Só que agora entraram esses negócios de milícia de terra, invasores. Fizeram uma emboscada pro povo da fazenda e acharam que a gente era segurança da fazenda, ou coisa parecida, não deram chance nenhuma pra nós", diz a testemunha.

"Foram dar o 'bacu' no carro, encontraram o documento do tenente e descobriram que ele era militar. Estávamos na estrada todo mundo nu, apanhando, sangrando. Aí mandaram Figueiredo levantar. Levaram ele para o outro lado da estrada e na nossa frente, cinco metros longe de nós... deram 10 tiros nele no rosto e no peito. Aí atearam fogo no carro com tudo que nós tínhamos dentro", lembra.



Após a morte, os sobreviventes afirmam que seguiram até uma fazenda próxima e pediram socorro. Três equipes policiais se deslocaram ao local para atender a ocorrência.

 Os agentes encontraram o corpo do Tenente Figueiredo e momentos depois, sofreram uma emboscada, "sendo surpreendidos por criminosos fortemente armados, havendo intenso confronto, resultando em quatro policiais militares alvejados", segundo nota do comando da Polícia Militar do Estado de Rondônia.


Depois do confronto a equipe policial recuou, mas um dos PMs feridos ficou no local, possivelmente inconsciente, e outro se abrigou na mata.


A Polícia Militar de Rondônia informou que com pesar lamenta o ocorrido, quanto a morte do Tenente da reserva remunerada Figueiredo Sobrinho, bem como os "resultados catastróficos da averiguação policial que resultou em policiais militares feridos durante a ocorrência".


O Governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, declarou que lamenta o fato e desejou aos familiares e amigos do tenente PM Sobrinho o mais profundo sentimento.

Fonte G1/RO

Postar um comentário

0 Comentários