Últimas

6/recent/ticker-posts

Câmara nega reincluir destinação de parte do Fundeb para setor privado

 Texto que regulamenta Fundo da Educação Básica vai a sanção



Com 286 contra e 163 votos a favor, a Câmara dos Deputados aprovou nessa quinta-feira a regulamentação do Fundeb, e retirou do texto o trecho que permitia a destinação de recursos para o setor privado. A matéria segue agora para sanção presidencial.


O Fundeb é o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação. Ele foi criado para financiar a educação básica pública em todo o país.


O partido Novo queria reincluir o trecho que tirava até R$ 16 bilhões das escolas públicas para investir em escolas privadas sem fins lucrativos. O deputado Marcelo Van Hatten chegou a acusar os colegas de preconceito.


O deputado Alessandro Molon, do PSB, rebateu o colega e disse que o dinheiro público é pouco, e é preciso fazer chegar nas escolas públicas, que são as que mais precisam.


Para o relator, deputado Felipe Rigoni, a proposta aprovada é um avanço para a educação brasileira.


O novo Fundeb passou de provisório a permanente em agosto deste ano, quando a emenda constitucional que o criou foi promulgada pelo Congresso Nacional.


Com a ampliação dos repasses da União, o Fundeb passará a receber, em cinco anos, 23% dos recursos destinados por estados e municípios para a educação.

Publicado em quinta-feira, 17 Dezembro, 2020 - 21:48 Por Kariane Costa - Brasília- EBC


Postar um comentário

0 Comentários