Últimas

6/recent/ticker-posts

Voluntários doam água, alimentos e fazem refeições para os mais de 270 policiais que procuram Lázaro Barbosa em Cocalzinho de Goiás

 Grupos de projetos sociais, comerciantes e moradores arrecadam dinheiro e preparam marmitas para os oficiais, que tentam capturar o fugitivo há 12 dias. Ele tem extensa ficha criminal, fugiu três vezes da prisão e é acusado de vários crimes.


Grupos de projetos sociais, comerciantes e moradores de Cocalzinho de Goiás decidiram se juntar para doar água, alimentos e refeições para os mais de 270 policiais que procuram Lázaro Barbosa, de 32 anos, suspeito de fazer uma chacina em Ceilândia, no DF. Um dos voluntários conta que decidiu ajudar depois de ver a exaustão de alguns oficiais, que tentam capturar o fugitivo há 12 dias.

26 de abril de 2021: Lázaro invadiu uma casa no Sol Nascente (DF), quando trancou pai e filho no quarto e levou a mulher para um matagal e a estuprou.

17 de maio de 2021: Ele fez uma família refém na mesma região, ameaçando os moradores com faca e arma de fogo. Nesse crime, ele mandou as pessoas ficarem nuas e, das 19h até meia-noite, prendeu os homens no quarto e as mulheres tiveram que cozinhar e servir um jantar para ele.

9 de junho de 2021: Lázaro invadiu uma chácara no Incra 9, em Ceilândia (DF), onde matou a tiros e a facadas um casal e dois filhos.

9 de junho de 2021: Roubou uma chácara em Ceilândia após o assassinato da família. Ele teria rendido o caseiro, o dono da propriedade e a filha dele.


Por Millena Barbosa, Honório Jacometto e Gabriel Garcia, G1 GO e TV Anhanguera

Postar um comentário

0 Comentários