Últimas

6/recent/ticker-posts

Rondônia já registra mais queimadas até esta segunda-feira (23) que em todo o mês de agosto de 2020

 Dados são do satélite de referência do Inpe. Quase 700 focos de fogo foram registrados em áreas de preservação ambiental.


Rondônia registrou 462 focos de queimadas apenas nesta segunda-feira (23), conforme dados coletados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) através do satélite de referência. O número é o maior já registrado este ano e 310% maior que o do mesmo dia do ano passado.

Focos de queimadas em agosto

20202021
Focos no dia 23 de agosto149462
Focos entre os dias 1º e 23 de agosto2.2883.278
Focos em todo o mês de agosto3.078-

Porto Velho é o maior município de Rondônia e também o que concentra o maior número de queimadas. Só este mês já foram captados mais de 1,4 mil focos de calor, representando 43,6% do todo.

Em segundo lugar fica Candeias do Jamari, na Região Metropolitana, com mais de 560 pontos de queimadas captados entre os dias 1º e 23 de agosto.


Porto Velho - 1429

Candeias do Jamari - 568

Cujubim - 426

Nova Mamoré - 310

Machadinho D'Oeste - 92

Vilhena - 48

Governador Jorge Teixeira - 45

Pimenta Bueno - 34

Buritis - 29

Campo Novo de Rondônia - 29

Também foram registradas queimadas em: Alto Paraíso (27), Nova União (26), Guajará-Mirim (22), Rolim de Moura (22), São Francisco do Guaporé (18), São Miguel do Guaporé (14), Ariquemes (12), Alta Floresta D'Oeste (11), Nova Brasilândia D'Oeste (11), Monte Negro (9), Theobroma (9), Cacaulândia (8), Chupinguaia (8), Itapuã do Oeste (8), Ji-Paraná (8), Pimenteiras do Oeste (7), Seringueiras (7), Corumbiara (6), Rio Crespo (5), Cacoal (4), Espigão D'Oeste (4), Cabixi (3), Costa Marques (3), Mirante da Serra (3), Castanheiras (2), Cerejeiras (2), Jaru (2), Presidente Médici (2), Teixeirópolis (2), Alto Alegre dos Parecis (1), Ouro Preto do Oeste (1) e Urupá (1).


Apenas 10 dos 52 municípios de Rondônia não registraram queimadas este mês.

Entre os dias 1º e 23 de agosto de 2021 já foram captados 3.278 focos de fogo em todo o estado, superando os 3.087 registrados em todo o mês de agosto em 2020.


Além das áreas urbanas e rurais, os incêndios também atingem áreas de preservação como florestas nacionais, terras indígenas e áreas de conservação estaduais e federais.

Com informações do G1,

Postar um comentário

0 Comentários