Rondônia tem 84 casos suspeitos de coronavírus nesta quinta, 19, diz governo



O governo de Rondônia informou, em boletim divulgado na tarde desta quinta-feira (19), que há 84 casos suspeitos do novo coronavírus no estado, e que não há casos confirmados. Até a última atualização do balanço do Ministério da Saúde, o estado contabilizava 61 casos suspeitos da Covid-19, mas também não havia nenhum confirmado. As investigações ocorrem em 11 municípios, sendo eles:

51 em Porto Velho
8 em Ariquemes
8 em Ji-Paraná
5 em Vilhena
3 em Cacoal
3 em Ouro Preto do Oeste
2 em Pimenta Bueno
1 em Espigão do Oeste
1 em Jaru
1 em Nova Brasilândia do Oeste
1 em Santa Luzia d´Oeste

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) e a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) não informaram quantos casos da Covid-19 foram notificados no total.

Na quarta-feira (18) eram 51 casos suspeitos em Rondônia. Entre os investigados está o de uma criança de Vilhena, que apresentou sintomas após retornar de uma viagem feita aos Estados Unidos (EUA).

Através de uma live no Facebook, o governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha, informou que o estado passará a fazer os testes de coronavírus a partir desta quinta.

Com a mudança, Marcos Rocha disse que Rondônia não vai mais precisar enviar amostras de casos suspeitos da Covid-19 para testes em laboratórios fora do estado.

Rondônia recebeu, na última quarta-feira (18), os kits do Ministério da Saúde. Os testes serão feitos por uma biomédica do Lacen, que recebeu treinamento específico do ministério.

O chefe do estado também pediu que as pessoas evitem sair de casa sem necessidade. Estados vizinhos a Rondônia, como Acre e Amazonas, já registraram casos positivos para Covid-19.


Graças a pandemia da Covid-19, várias medidas já foram adotadas pelos órgãos rondonienses. Aulas foram suspensas, Sines estão fechados e atividades físicas em academias acabaram suspensas.

O governo do Rondônia decretou situação de emergência de saúde pública no início desta semana. Com isso, ficaram proibidos eventos, treinamentos, reuniões ou qualquer atividade que tenham mais de 100 pessoas, além de viagens oficiais, atividades coletivas de cinema e teatro, e atividades físicas em locais fechados (como academia). As aulas estão suspensas pelo estado.

A Sejus também adotou medidas proteger presos e servidores do vírus SARS-CoV-2 no estado. Em uma portaria publicada na noite de segunda-feira (16),

Postar um comentário

0 Comentários