Mulher morre na frente dos filhos após ser esfaqueada em Porto Velho; ex é principal suspeito

Mãe morreu dentro da própria casa. Amigos da vítima contaram ao G1 que ela constantemente reclamava das agressões e ameaças do ex-companheiro; ele não aceitava o fim do relacionamento, segundo testemunhas.


Uma mulher de 33 anos foi morta após ser esfaqueada dentro da própria casa na noite de quarta-feira (29), no bairro Liberdade em Porto Velho. Os filhos dela estavam no local no momento do crime. O principal suspeito é o ex-companheiro da vítima.

Testemunhas informaram aos policias que o homem não aceitava o fim do relacionamento e por isso as brigas entre eles eram frequentes. Amigos da vítima contaram ao G1 que ela constantemente reclamava das agressões.

"Ela falava das agressões e já tinha registrado BO [boletim de ocorrência] contra ele. Eles estavam separados. O homem estava morando com a mãe", disse um amigo da vítima.

O crime
Conforme apuração policial, a filha da vítima, de 13 anos, estava na residência e ouviu os gritos de socorro da mãe. Quando chegou perto, a vítima já havia sido esfaqueada. A menina disse que o irmão, de 9 anos, estava próximo a mãe e viu toda a agressão.

Após o crime, o suspeito fugiu do local em uma motocicleta. A polícia encontrou uma faca tipo peixeira no terreno da residência, junto a um aparelho celular, que segundo a filha da vítima pertence ao suspeito do crime.

O corpo foi recolhido para o Instituto Médico Legal (IML). O caso é investigado.

Amigos da vítima, que atualmente moram em Santa Catarina, disseram ao G1 que a mulher e o suspeito já chegaram a ter uma barraca de churrasquinho em frente a uma faculdade particular de Porto Velho.

Segundo eles, a vítima terminou o curso de bombeiro civil, mas o ex não a deixou trabalhar na área.

"Faz pouco tempo que ela perdeu a mãe e herdou a casa onde morava e onde ocorreu o crime. Ela tinha um casal de filhos do primeiro casamento. Ficamos sabendo que o pai levou três crianças para casa dele, é que além dos dois filhos, ele levou também a filha da vítima com o suspeito, ela tem só 4 anos".
Fonte - G1/RO

Postar um comentário

0 Comentários