Sesau confirma segunda morte por coronavírus em Rondônia

Taxista de 66 anos morreu em casa em Porto Velho na quarta-feira (8). Morte foi confirmada pela Sesau nesta quinta-feira (9).



A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) confirmou nesta quinta-feira (9) a segunda morte por coronavírus em Rondônia. O homem de 66 anos morava em Porto Velho e trabalhava como taxista. Ele foi encontrado morto em uma vila de apartamentos no bairro Nova Porto Velho na quarta-feira (8). o taxista era hipertenso e diabético.

A Sesau informou que na última segunda-feira (6), a vítima foi até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Leste, pois apresentava dificuldades para respirar, no local, segundo a pasta, o paciente foi atendido e ficou internado por algumas horas.

Na UPA, foi coletada amostra do paciente e enviada ao Laboratório Central de Rondônia (Lacen). A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) diz que o taxista foi orientado a permanecer em isolamento social até o resultado do exame.

A confirmação atestando positivo para a doença foi divulgada nesta quinta. Um dia depois do óbito.

A secretaria ainda aponta que a vítima não respeitou a recomendação de distanciamento social e continuou trabalhando, durante a semana realizou corridas de táxi no entorno da rodoviária da capital e possivelmente levou passageiros para Rio Branco (AC).

Por isso a rodoviária vai ser desinfetada. O Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) solicita que os passageiros que tiveram contato com o taxista, informe à vigilância epidemiológica através dos telefones: 3223-5958 e 9 8473-7909.

Casos em Rondônia
A Sesau confirmou mais três casos do novo coronavírus em Rondônia, aumentando o total para 26 no estado. A informação foi divulgada no início da noite da quarta-feira (8) por meio de boletim.

De acordo com a Sesau, agora são: 21 casos em Porto Velho; um em Jaru; um em Ji-Paraná; um em Ouro Preto do Oeste, um em Rolim de Moura e um em Vilhena.

'Disque Corona'
O Governo divulgou na semana passada o "Disque Corona" com o objetivo de tirar dúvidas de moradores sobre a Covid-19 antes de procurarem as unidades de saúde de Rondônia.

Segundo a Sesau, profissionais de saúde são as pessoas que atendem a população do outro lado da linha e orientam o que é recomendado para cada caso.
Fonte - G1/RO.

Postar um comentário

0 Comentários