PF desmonta quadrilha de RO que coordenava envio de droga estrangeira a estados brasileiros


Operação Quinto acontece em Rondônia, Minas Gerais e Acre. Segundo PF, grupo recebia droga principalmente do Peru e Bolívia.


A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta sexta-feira (29) uma operação para desarticular uma quadrilha de Ariquemes (RO) que atuava no tráfico internacional de drogas. Segundo investigação, o grupo criminoso recebia os entorpecentes do Peru e Bolívia, por exemplo, e depois os enviavam para clientes em território nacional.

Através da Operação Quinto, a PF diz estar cumprindo nove mandados de busca e apreensão em três cidades: Ariquemes, Rio Branco (AC) e Igarapé (MG). Todos os mandados foram expedidos pela justiça rondoniense.

Com o grupo criminosos estão sendo apreendidas armas, munições, celulares e outros objetos.

Segundo a PF, as investigações contra a quadrilha iniciaram há mais de um ano, em fevereiro de 2019. Na ocasião, os agentes identificaram o grupo enviando 230 quilos de cocaína, divididos em três remessas, para três estados brasileiros.

Para a cidade de Bom Despacho foram enviados 137 Kg de cocaína; outros 42 kg foram para Senador Guiomard (AC) e Rio Branco recebeu 50 kg do cloridrato. A investigação revela que os entorpecentes eram enviados escondidos em caminhões e automóveis.

De acordo com a PF, a quadrilha de Ariquemes tinha uma estrutura hierárquica bem definida.

"O nome da Operação Quinto faz referência ao 'quinto trabalho de Hércules', no qual o herói grego desviou o curso do rio Alfeu para lavar os estábulos do Rei Aúgias", diz a PF.

Durante a operação, os investigados serão ouvidos nas sedes da PF e vão responder criminalmente por tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.
Fonte; G1- RO.

Postar um comentário

0 Comentários