Governador Marcos Rocha diz que é falsa a alegação de que haveria prisões por descumprimento de decreto



É falsa a alegação de que haveria prisões pelo descumprimento da normativa de Isolamento Social em Porto Velho e Candeias do Jamari. Esse não foi e não será o procedimento passado para a tropa. NÃO PERMITIREI! Sou contra essas ações no estado de direito que vivemos e mesmo que estejamos em um momento de exceção, entendo que NÃO É ACEITÁVEL!”.

A mensagem é do governador, que ontem usou sua página no facebook, para esclarecer falar sobre a possibilidade de prisão de pessoas que descumprirem as medidas restritivas decretadas no final da última semana como forma de conter o avanço do Coronavírus em Porto Velho e Candeias do Jamari, o lockdown estadual.
De acordo com o governador, a fala foi equivocada e já está sendo alardeada para fortalecer uma narrativa não verdadeira. “A normativa visa a maior adesão da população ao distanciamento social. Apenas”, disse.

Ontem, pela manhã o coordenador de policiamento operacional, coronel Fábio Alexandre Santos França havia afirmado à imprensa que a fase de orientações havia acabado.

O Isolamento Social Restritivo, como prefere chamar o governador, por 7 dias, está apenas em Porto Velho e Candeias do Jamari, que foi direcionado para a FASE 0 do Plano “Todos por Rondônia”, em razão da falta de leitos.

Acabou esse negócio de ficar orientando, não iremos mais tolerar”, afirmou, explicando que todos sabiam das medidas decretadas e que quem descumprisse iria sofrer as consequências quando fosse abordado.


O Isolamento Social Restritivo, como prefere chamar o governador, por 7 dias, está apenas em Porto Velho e Candeias do Jamari, que foi direcionado para a FASE 0 do Plano “Todos por Rondônia”, em razão da falta de leitos.

A intenção é que a normativa quebre o ciclo de contágios e facilite a aplicação de testes em massa (que virou notícia em todo o país pela grande quantidade de testes e por seguir a entrega dos medicamentos na fase inicial, o Protocolo da Hidroxicloroquina).

Fonte: Mais RO


Postar um comentário

0 Comentários