Últimas

6/recent/ticker-posts

Policial penal que lutava contra leucemia morre por Covid-19 em Porto Velho

Jamerson de Souza Bonfim estava internado na UTI do Hospital de Base, na capital. Vítima de 33 anos deixa companheira e filha.
Fonte- G1/RO

O policial penal Jamerson de Souza Bonfim morreu nesta segunda-feira (22) vítima do novo coronavírus. De acordo com Jailson de Souza Bonfim, irmão de Jamerson, ele seguia internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base, em Porto Velho, e travava uma batalha contra a Leucemia Mielóide Aguda (LMA) desde o início deste ano.

"Ele entrou com tratamento de leucemia e fez a primeira sessão de quimioterapia, e veio para casa. Se recuperou em casa e voltou ao hospital para fazer a segunda. Fez três sessões de quimioterapia. Ele estava se recuperando, quando contraiu Covid-19. Foi no terceiro ciclo de quimioterapia", explicou Jailson.

A informação sobre a morte de Jamerson em decorrência do vírus Sars-Cov-2 também foi confirmada pela Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) e o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Rondônia (Singeperon). "Nossa categoria está sofrendo demais", disse Dahiane Gomes, presidente do Singeperon.

Segundo a Sejus, Jamerson trabalhava como policial penal desde março de 2016 e era lotado no Centro de Ressocialização Cone Sul, em Vilhena. Ainda de acordo com o órgão, estava sob observação médica desde 4 de fevereiro.
O irmão do policial contou ao G1 que Jamerson lutava contra a leucemia desde o início de fevereiro.

"Já tinha uma consulta agendada para o dia 10 de junho em São José do Rio Preto, em São Paulo, para dar início ao transplante. Inclusive nossa irmã seria a doadora. Foi solicitado ao médico que ele fizesse mais um ciclo de quimioterapia para poder fortalecer. Mas nessa recuperação ele contraiu Covid-19", relembrou.


Jamerson fez o exame para saber se tinha ou não sido infectado no dia 22 de maio. Mas três dias depois, recebeu o resultado positivo. No dia seguinte, sentiu falta de ar. O policial penal foi sedado e entubado na UTI no dia 29 de maio.

"Essa última semana ele teve uma melhora. Estavam tentando retirá-lo do ventilador. Mas teve uma parada cardiorrespiratória e morreu de madrugada", disse Jailson.

O corpo de Jamerson de Souza Bonfim foi sepultado na tarde desta segunda-feira. Conforme o irmão, ele deixa a companheira e uma filha de 9 anos.

De acordo com balanço mais recente de 19 de junho divulgado pela Sejus, há 158 confirmações do novo coronavírus entre servidores, 65 suspeitas, 137 recuperações e duas mortes. Já entre presos, são 91 casos confirmados, 68 curados, 46 suspeitas e um óbito.

O estado de Rondônia chegou aos 15.827 casos do novo coronavírus nesta segunda, segundo dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau). No domingo (21) eram 15.181 infectados pelo vírus Sars-Cov-2.

Postar um comentário

0 Comentários