Indígenas Uru-Eu-Wau-Wau flagram invasor e o levam para delegacia em RO

Indígenas da etnia Uru-Eu-Wau-Wau flagraram recentemente um senhor armado dentro da reserva, suspeito de invasão de terra, e o conduziram à delegacia. Uma equipe da Polícia Federal (PF) esteve no local, que encaminhou o homem para a delegacia de Buritis (RO). As testemunhas e o suspeito foram ouvidos.

Fonte - G1/RO

Durante a abordagem, os indígenas ainda passaram álcool em gel nas mãos do suspeito e fizeram com que ele também usasse máscara.

O grupo estava fazendo um patrulhamento dentro da área, quando notou a prática criminosa. O homem estava armado.

Com isso, os indígenas acionaram os policiais federais, que logo o levaram para prestar depoimento. Além da ocorrência registrada na delegacia, a Justiça Federal também será acionada sobre o caso.

Uru-Eu-Wau-Wau
A floresta na terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau garante a sobrevivência de cinco povos, sendo dois isolados, ou seja, sem qualquer contato com pessoas de fora da aldeia. Eles dependem exclusivamente do que a mata oferece. A terra esteve na lista das mais desmatadas do país em 2019.

A Fundação Nacional do Índio (Funai), por exemplo, informou à Rede Amazônica em agosto do ano passado que muitas das placas que marcam os limites da terra indígena ou foram arrancadas ou estão marcadas por balas.


De acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), duas áreas invadidas foram ocupadas pela Associação Rural Rio Bonito, do município de Campo Novo de Rondônia, que estaria loteando e comercializando as áreas.

Avanço da Covid-19
Dados da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB) divulgados recentemente apontam que o novo coronavírus já atinge 11 povos indígenas de Rondônia. No total, a entidade cita que há 113 povos dos nove estados da Amazônia lutando contra a Covid-19 até o momento.

O levantamento da COIAB é feito com base em boletins informativos e notas de falecimento emitidas pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) do Ministério da Saúde, além de relatos de lideranças indígenas, profissionais da saúde indígena e organizações que fazem parte da rede da organização.

A COIAB contabiliza 9 mortes em decorrência da Covid-19 entre indígenas de Rondônia até a última atualização dos dados. Já a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil fala em 10 óbitos, enquanto a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) do estado contabiliza seis.

Postar um comentário

0 Comentários