Ofício do Hospital Heuro em Cacoal, RO, relata colapso no atendimento médico



Documento foi encaminhado à promotoria de Justiça, Conselho Regional de Medicina e Sindicato Médico de Rondônia. Secretário interino de Saúde está na cidade tratando do assunto.

A direção técnica do Hospital Heuro de Cacoal (RO) encaminhou um ofício à promotoria de Justiça, Conselho Regional de Medicina e Sindicato Médico de Rondônia informando que a unidade de saúde está em colapso no atendimento médico.

No momento, 16 médicos foram afastados das funções e, com a baixa na quantidade de profissionais, a escala de atendimento não está sendo cumprida. O documento foi repassado na segunda-feira (20).


No oficio consta um gráfico que mostra a quantidade de profissionais necessários para atuar na unidade, sendo 53 médicos. No entanto, o Recursos Humanos do Hospital tem apenas 39 médicos contratados.


Gráfico que consta no ofício mostra a quantidade de profissionais necessários para atuar na unidade. — Foto: Reprodução
O documento diz ainda que a partir de segunda até quarta-feira (22), a unidade não terá plantonista no período diurno no hospital.

Ainda nesta terça-feira (21) não terá médico plantonista durante a noite na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Na quarta e na quinta-feira (23), não haverá atendimento nas 24 horas.

A Rede Amazônica entrou em contato com o Governo de Rondônia sobre o caso. O secretário interino de Saúde (Sesau), Nélio Souza, junto com representantes do gabinete de crise estão em Cacoal nesta terça para tratar do assunto.

A Sesau informou, por meio da assessoria, que abriu mais um chamamento emergencial para a contratação de médicos, mas as vagas ainda não foram supridas.

G1/RO

Postar um comentário

0 Comentários