Crivado de balas e com as mãos amarradas para trás, corpo de homem é encontrado na área rural

Fonte: FOLHA DO SUL
Na tarde de sábado, a Polícia Militar de Vilhena foi acionada através do número de emergência 190, e compareceu à Linha 135, na área rural do município, onde populares haviam encontrado o corpo de um homem já em estado de decomposição.

Além dos policiais, um perito da Polícia Civil também foi ao local, e constatou que o cadáver era de um homem moreno, medindo cerca de 1,80m. Ele tinha várias perfurações de bala, inclusive na região da cabeça, e estava com as mãos amarradas para trás, indicando que havia sido levado até ali para ser executado.

Como não portava nenhum tipo de documento, a vítima, que trajava camiseta de uma conhecida empresa de auto-peças, ainda não foi identificada. Também não há pistas sobre os autores e a motivação do homicídio.

Corpo encontrado na área rural pode ser de apenado

O corpo encontrado na linha 135, área rural de Vilhena, na tarde de sábado, 1, por pessoas que pescavam no Rio Barão do Melgaço, pode ser de um apenado de 22 anos – que cumpria pena por roubo, em Vilhena.

 
O cadáver foi encontrado com as orelhas cortadas e mãos amarradas, além disso, a vítima usava tornozeleira eletrônica, no qual o último sinal foi transmitido para Colônia Penal aproximadamente há 13 dias, dando conta que a vítima pode ter sido morta no último dia 20.

Contudo, a reportagem não vai divulgar o nome nem a foto da vítima, porque ainda não foi confirmado oficialmente pela Polícia Civil.


Postar um comentário

0 Comentários