Pessoas em situação análoga à escravidão são resgatadas em Alta Floresta D’Oeste, RO

 As vítimas não recebiam remuneração e um deles não tinha contato com a família há mais de uma década, segundo a PRF e MPT. No local foram encontradas quatro armas de fogo.

Armas apreendidas durante resgate às vítimas de trabalho escravo em RO — Foto: PRF/Divulgação

O Ministério Público do Trabalho (MPT) com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Ji-Paraná (RO), realizou uma operação para resgatar três pessoas que estavam em situação de trabalho semelhante à escravidão na Zona Rural de Alta Floresta D´Oeste (RO). As informações foram divulgadas na manhã desta quarta-feira (26), pela PRF.


A ação de resgate aconteceu no dia 3 de agosto. Segundo informações da PRF, as vítimas não recebiam remuneração, viviam sem condições mínimas de habitação e um deles não tinha contato com a família há mais de 10 anos.


Ainda de acordo com a polícia, foram encontradas no local quatro armas de fogos e o proprietário foi preso.


O MPT ficou responsável pela ocorrência relacionada às condições dos trabalhadores. Os três homens foram resgatados e levados para um hotel até o término das investigações.


Por G1 RO

Postar um comentário

0 Comentários