Últimas

6/recent/ticker-posts

Zezé Di Camargo toca sanfona e canta É o Amor no velório do pai, Francisco Camargo

Emocionado, o artista foi amparado pela filha Wanessa e pelo irmão Wellington. Dupla Di Paulo e Paulino seguiu cantando em homenagem ao Seu Francisco.


O cantor Zezé Di Camargo tocou sanfona e cantou a música É o Amor no velório do pai, Francisco de Camargo, no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. A música foi o primeiro sucesso da dupla do artista com Luciano Camargo. Emocionado, Zezé foi amparado pela filha Wanessa e pelo irmão Wellington. Diante da situação, os cantores Di Paulo e Paulino seguiram cantando em homenagem a Seu Francisco, como era conhecido.

Francisco de Camargo morreu às 23h05 de segunda feira (23), após 14 dias internado em um hospital particular em Goiânia. Por meio de nota, o Hospital Órion, onde ele estava internado, informou que o paciente teve uma parada cardiorrespiratória e uma "instabilidade hemodinâmica".
O velório começou às 10h, no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. O sepultamento está marcado para as 17h. Porém, as cerimônias serão restritas à família para evitar a disseminação do coronavírus.

Também de acordo com a assessoria, Zezé já está na capital goiana. Luciano, que mora em São Paulo, testou positivo para Covid-19 e está em isolamento em casa. Por isso, não irá ao velório.

Internação
Seu Francisco estava internado desde o último dia 10 de novembro, quando sentiu dores no intestino. Quatro dias depois, ele precisou passar por uma cirurgia de emergência para estancar um sangramento no órgão. No dia, Zezé e Luciano estavam em Goiânia para acompanhar de perto a evolução do quadro.

Segundo o irmão dos cantores, Emanoel Camargo, o pai havia começado a retirada dos sedativos na quinta-feira (18). Porém, ele teve nova piora.

Nos últimos anos, Francisco convivia rotineiramente com problemas de saúde e internações. Em março de 2018, ele ficou mais de um mês no hospital devido a uma pneumonia.

Já em fevereiro deste ano, o idoso chegou a ser internado para tratar uma infecção decorrente de um enfisema pulmonar. Ele ficou oito dias hospitalizado.


Fonte - G1.com

 

Postar um comentário

0 Comentários