Últimas

6/recent/ticker-posts

Secretários municipais de saúde cobram do Estado mais médicos para socorrer os municípios

Em uma reunião que aconteceu nesta terça-feira (08) em Porto Velho, os secretários municipais de saúde dos municípios rondonienses, cobraram mais médicos para ajudar os municípios no enfrentamento da COVID-19. Segundo o secretário de Alta Floresta, Sidney Alves, a falta de profissionais se agrava a cada dia e essa situação pode se agravar, pois não há profissionais formados na área.

Após a cobrança dos municípios, a SESAU - Secretaria Estadual de Sáude- conseguiu contratar 10 médicos para atender uma força tarefa na cidade de Cacoal, onde a situação estava bastante crítica. Esses profissionais foram contratados de forma emergencial depois de um acordo com o Conselho de Medicina, que agilizou a documentação para que os mesmos pudessem atuar. No início, a estimativa era de contratar 13 profissionais, mas não foi possível chegar a esse número, pois algumas faculdades não conseguiram indicar mais nomes. A situação é grave e esses novos profissionais sem experiência, já de cara estão tendo que atuar em UTIs, causando certa preocupação, pois não tem experiência e isso é um fator perigoso. Uma nova chamada está prevista para janeiro, mas até lá, a população deve estar ciente dos riscos, pois muitos infelizmente, certamente não terão chances de sobreviver, devido ao aumento de casos que vem cada dia se agravando, colocando a saúde em colapso. Outro agravante, é que muitos profissionais mais experientes estão doentes e outros cansados, onde já existe profissionais se submetendo a um plantão de 60 horas, com uma rotina dessa não há quem aguente.

Veja o que falou o secretário de saúde Sidney Alves:



Fonte - Aírton Jose Portal Princesa Web
 

Postar um comentário

0 Comentários