Últimas

6/recent/ticker-posts

Em dois anos, Energisa leva energia a mais de 200 mil pessoas em Rondônia

Com obras de melhoria de rede por todo o estado, renovação de frota e incorporação de novas tecnologias, 

a Energisa está construindo um legado de desenvolvimento que movimenta a economia e gera empregos


Quando a Energisa chegou em Rondônia, há dois anos, assumiu o compromisso de transformar a infraestrutura do setor elétrico do estado. Com a construção de novos linhões e subestações em 21 localidades do estado, além da modernização e ampliação das 56 já existentes, a concessionária construiu um legado de desenvolvimento que vai crescer nos próximos anos. Nesse período, os investimentos em infraestrutura somaram mais de R$ 1 bilhão, sendo R$ 500 milhões somente em 2020. Com esses esforços, a concessionária levou energia a 200 mil pessoas, cerca de 10% da população do Estado.

As obras abrangem todo o estado: ao longo da BR-429, no eixo que liga a BR-364 ao histórico município de Costa Marques, às margens do Rio Madeira, na fronteira com a Bolívia. Rondônia ainda é um dos estados que mais sofre com a falta de uma infraestrutura elétrica de qualidade, fruto de anos de subinvestimentos. Com a chegada da Energisa, já foi possível conectar 57 mil novos clientes à rede, reduzindo consideravelmente o número de famílias que ainda vivem sem o fornecimento contínuo de energia elétrica.



Para atender a população com mais agilidade e eficiência, uma demanda antiga dos rondonienses, a concessionária renovou sua frota de veículos. Foram adquiridas 177 novas motos e 311 novos utilitários. Também houve um intenso trabalho de capacitação dos profissionais – foram dedicadas mais de 200 horas de treinamento somente em 2019 e 2020. 

Com tantos projetos para tocar, a Energisa acabou movimentando a economia de Rondônia. As operações da concessionária geraram mais de 4 mil empregos, o equivalente a 1 a cada 3 postos abertos no Estado desde 2018. Mesmo num cenário desafiador de pandemia mundial, que impactou o dia a dia de empresas em todo o mundo, a Energisa conseguiu dar continuidade aos seus projetos de infraestrutura e encerra 2020 com grandes entregas, como o Sistema São Francisco, que beneficiou 50 mil pessoas ao interligar os municípios de São Miguel, Seringueiras e São Francisco, resolvendo um problema histórico de fornecimento de energia na região.

Ao longo do ano, a empresa adaptou o fluxo de trabalho das equipes, seguindo todos os protocolos de prevenção à COVID-19, para que pudesse garantir aos clientes uma prestação de serviço eficiente e segura.



Postar um comentário

0 Comentários