Últimas

6/recent/ticker-posts

Atualizada: Bandidos exigiam um milhão da gerente de banco, mas vizinho avisou à polícia

 

Os bandidos afirmavam que se ela avisasse a polícia iam detonar a bomba e também matar a família dela que, foi levada para um cativeiro improvisado na BR-364, em uma mata na região do Igarapé Bate-Estaca.

Durante coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (04) na Delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio, os delegados Marcelo Resem e Vinicius Lucena, contaram detalhes sobre a tentativa de roubo no Banco do Brasil na Avenida Mamoré, na zona Leste de Porto Velho (RO) nesta manhã de quinta-feira (03).

A gerente da agência foi rendida em casa por três assaltantes por volta das 23h da noite de ontem (03) junto com o esposo e três filhos (todos menores de idade).

As vítimas foram ameaçadas a madrugada toda e ao amanhecer os criminosos colocaram um suposto explosivo envolvido ao corpo da gerente e mandaram ela ir ao banco buscar do cofre de R$ 500 mil a um milhão de reais.

Os bandidos afirmavam que se ela avisasse a polícia iam detonar a bomba e também matar a família dela que, foi levada para um cativeiro improvisado na BR-364, em uma mata na região do Igarapé Bate-Estaca.

A gerente foi até a agência sozinha, mas um vizinho havia percebido a movimentação estranha na casa e avisou a Polícia Civil. A Delegacia de Patrimônio então entrou no caso e começou os trabalhos para libertação da gerente e da família dela.

O banco foi cercado, pois havia o risco de explosão e de haver algum bandido no local. Após muito trabalho, os policiais conseguiram verificar que a bomba na verdade era falsa. Em seguida a família dela também foi liberada pelo ladrões que fugiram. A Polícia Civil agora trabalha para prender os criminosos.

Fonte: Rondoniaovivo

Postar um comentário

0 Comentários