Últimas

6/recent/ticker-posts

Jovem grávida consegue vaga em UTI, mas morre de Covid-19 durante transferência em RO

Katiany estava grávida de seis meses e também era mãe de uma menina de 2 anos. O pai da vítima ainda está na fila de espera por um leito de UTI, ele tem 90% dos pulmões comprometidos.



 Uma jovem, de 21 anos, identificada como Katiany Regiani Carvalho, morreu na noite de quarta-feira (10) em decorrência da Covid-19. Ela estava grávida de seis meses.


Katiany morava em Seringueiras (RO) e segundo a Secretaria de Saúde da cidade, ela ficou internada por dois dias no Hospital Municipal, até que conseguiu uma vaga de UTI em Porto Velho. Durante a tarde de quarta foi iniciado o processo de transferência para a capital.


No trajeto de ambulância, a equipe precisou fazer uma pausa em Alvorada do Oeste, município vizinho de Seringueiras, até que Katiany ficasse estável novamente. Após estabilização, eles seguiram viagem, mas o estado se agravou no percurso e ela faleceu de noite em Ouro Preto do Oeste, sem chegar à UTI em Porto Velho.


A Rede Amazônica entrou em contato com uma tia da jovem, ela informou que até então Katiany estava internada no mesmo quarto que o pai, em Seringueiras. Ele também foi diagnosticado com Covid-19, está com 90% dos pulmões comprometidos e aguarda na fila de espera por uma vaga de UTI.


Katiany estava grávida de um menino que iria se chamar Benjamim. Ela também era mãe de uma menina de 2 anos.


Seringueiras foi o único município da região central que não registrou nenhuma morte por Covid-19 em 2020. Segundo o último boletim do município, este ano, cinco moradores perderam a vida para a doença.

Por Élida Geovana, Rede Amazônica



Postar um comentário

0 Comentários