Últimas

6/recent/ticker-posts

Mãe pede socorro ao 190 e sargento da PM passa instruções que ajudam a salvar a vida de bebê engasgado em Cacoal

Bebê de 15 dias estava engasgado com leite materno. Por telefone, a SGT PM Carliane conseguiu acalmar a mãe e repassou às instruções de salvamento.


 No dia 16 de abril, uma mãe desesperada ligou para a Central de Operações da Polícia Militar, por meio do telefone 190, pedindo socorro para salvar o filho que estava se engasgando com leite materno.


Quem atendeu a ligação foi a 2º Sargento PM Carliane da Penha Lima, que conseguiu acalmar a mãe e instruí-la a proceder com a manobra de Heimlich. Trata-se de um procedimento rápido de primeiros socorros para tratar asfixia por obstrução das vias respiratórias, geralmente por alimentos ou brinquedos. O objetivo da manobra é simular a tosse, de modo que se consiga expulsar o corpo estranho das vias aéreas.


A policial militar, mesmo diante de uma situação tão urgente, manteve a calma e orientou eficazmente a mãe do bebê, com técnicas e conhecimentos adquiridos ao longo da sua formação profissional e atuação na Polícia Militar do Estado de Rondônia.


Diante da sua atuação, auxiliando uma mãe desesperada a salvar a vida de seu bebê, a SGT PM Carliane recebeu nesta quarta-feira (28) um elogio oficial da Polícia Militar do Estado de Rondônia. “A ação da policial militar, transcende a normalidade, pois demonstra auto grau de profissionalismo, imbuída na premissa da instituição "servir e proteger" a sociedade, sendo portanto merecedora desta menção elogiosa”, destaca a nota.


Carliane da Penha Lima ingressou na Polícia Militar do Estado de Rondônia em 2002 e hoje atua na sede do 4º Batalhão, em Cacoal. É casada com o também sargento da PM, Alberto e mãe de Pâmela e Gabriel. A calma que apresentou e a destreza para ensinar as técnicas para o sucesso da manobra de Heimlich, fazem da policial militar uma verdadeira super-heroína.


“Ressalta-se aqui a dificuldade tanto da manobra, quanto da situação, pois a mãe estava já muito nervosa, necessitando que a policial exercesse um trabalho em duas etapas: a primeira de acalmar a mãe, para que entendesse a técnica que lhe seria explicada, e a segunda em ser concisa o suficiente, para que de forma rápida, orientasse a mãe sobre o que faria”, diz outro trecho do Elogio concedido à 2º Sargento PM Carliane.


Texto: Giliane Perin - Tribuna Popular.

Postar um comentário

0 Comentários