Últimas

6/recent/ticker-posts

Jornalista Adão Gomes morre de Covid-19 em Porto Velho

 Adão estava internado no hospital Samar, em Porto Velho, desde o dia 3 de junho



O jornalista Adão Gomes faleceu na manhã deste sábado (26), vítima de complicações da Covid-19. Ele estava internado no Hospital Samar desde o dia 3 de junho, e foi intubado no dia 8 de junho.


Durante o tratamento, ele apresentou melhoras e estava otimista quanto à recuperação, mas o quadro clínico se agravou e ele não resistiu. O jornalista tinha 45 anos e deixa um filho de 10 anos.


Ele apresentou os sintomas iniciais de Covid-19 no dia 27 de maio e iniciou os tratamentos médicos. A sua morte causou muita comoção entre os amigos de profissão, colegas de trabalho, autoridades e no meio do seu grande público, que cativou durante sua trajetória na comunicação regional.


Adão Caldeira da Silva é natural de Ji-Paraná, onde nasceu em 21 de março de 1976. Jornalista e radialista, com passagens pela Rádio Comunitária Alternativa e Rede Vida.


Com 17 anos de dedicação à RedeTV! Rondônia, apresentou programas como o Jornal da Rede e Fala Porto Velho, além de coberturas ao vivo. Atualmente, exercia a função de gerente de comunicação e apresentava o programa Fala Rondônia.


Como profissional, sempre foi dedicado e comprometido em levar a notícia de forma clara, objetiva e transparente. Habilidoso na arte de comunicar, Adão foi um excelente apresentador de televisão, sendo âncora de programa jornalístico e em transmissões ao vivo de eventos culturais, artísticos e esportivos.


Iniciou na carreira de comunicador ainda na cidade Ji-Paraná, trabalhando na Rádio Comunitária Alternativa. De 2002 a 2005, iniciou como jornalista de televisão na Rede Vida. Ainda na sua cidade natal, ingressou na RedeTV!, em 2005, sendo transferido para Porto Velho, onde permaneceu atuante até o momento.


Funeral

Por volta das 16h deste sábado (26) o carro da funerária chegou o pátio da RedeTV! Rondônia, em Porto Velho para o último adeus ao jornalista.




De acordo com o gerente administrativo da RedeTV! Rondônia, John Allan, a família preferiu fazer o sepultamento em Ji-Paraná.


Por Redação

DIÁRIO DA AMAZÔNIA



Postar um comentário

0 Comentários