Últimas

6/recent/ticker-posts

Fiscalização aponta sobrecarga de trabalho e exercício ilegal da profissão em hospitais de Vilhena, diz Coren

 Conselho diz que cada técnico de enfermagem acaba cuidando de até 15 pacientes.


Uma fiscalização do Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO) apontou irregularidades no Hospital Regional de Vilhena (RO), entre elas a falta de profissionais. As fiscalizações em unidades de saúde aconteceram entre a segunda-feira (9) e esta quinta-feira (12).

Segundo o Conselho, o cenário encontrado "expõe pacientes a riscos" e gera "sobrecarga aos profissionais envolvidos", pois faltam trabalhadores nas alas masculina e feminina, na ortopedia, pediatria e na maternidade.

"No Regional de Vilhena constatamos um cenário crítico com sobrecarga de trabalho e déficit de profissionais de Enfermagem, cuja consequência é uma fragilidade na prestação do serviço em saúde", disse o coordenador do Departamento de Fiscalização e Exercício Profissional da Enfermagem do Coren, Juan Irineu.

Foram identificados, segundo o Coren, até 15 pacientes para cada técnico de enfermagem e ainda a falta de estrutura adequada para os profissionais.
Ainda durante as fiscalizações, em uma unidade de saúde do município, o Coren afirma que encontrou uma pessoa em exercício ilegal da enfermagem.

O G1 entrou em contato com a Prefeitura de Vilhena e, até a última atualização desta reportagem, não obteve resposta sobre as denúncias feitas pelo Coren.


Fonte G1/RO


Postar um comentário

0 Comentários