Últimas

6/recent/ticker-posts

Tornado foi responsável por estragos durante chuva em Porto Velho, diz Censipam

 Forte ventania durou alguns minutos, mas foi suficiente para derrubar árvores, destelhar casas e estabelecimentos comerciais na tarde desta quinta-feira (28).


Um tornado atingiu Porto Velho no início da tarde desta quinta-feira (28) e causou vários estragos. Segundo o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), o raro fenômeno atingiu a categoria F0 na Escala Fujita — que mede a intensidade dos tornados e vai de 0 a 5.


Conforme explicado pelo Censipam, os tornados são medidos pela quantia de estrago que causam, e não pelo seu tamanho físico. O tamanho de um tornado indica a sua ferocidade.


Vídeos gravados por uma equipe da Rede Amazônica mostram estabelecimentos comerciais destelhados, fios de energia caídos, árvores e placas de sinalização derrubadas (veja acima).


A forte ventania durou alguns minutos, mas foi o suficiente para causar vários estragos. Na avenida Guaporé com Rio de Janeiro, uma borracharia foi completamente destelhada e os destroços se espalharam pelas vias. Outros estabelecimentos da região também foram destruídos pelo vento.

De acordo com o Censipam, a previsão do tempo para esta quinta-feira é de chuvas e trovoadas entre a tarde e à noite. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) também alertou a população sobre a possibilidade de chuvas intensas, com raios, ventos fortes e alagamentos.


População prejudicada Falta de energia


Luiz Ferreira trabalha há seis anos em uma peixaria localizada na avenida Rio de Janeiro. O ponto é a fonte de renda que garante o sustento dele e da família. Ele estava fechando o comércio para o almoço quando a ventania começou a arrancar as telhas da peixaria.


"A sensação era de que o mundo estava acabando. Eu só me escorei para morrer quietinho", lembra.

Na BR-364, uma placa de sinalização foi derrubada e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) interditou o local por um momento para fazer a remoção. A PRF também precisou interditar o cruzamento entre a avenida Jorge Teixeira e a Rio de Janeiro depois que uma árvore caiu e derrubou fios de eletricidade.

A Energisa informou à Rede Amazônica que telhas e galhos que voaram sobre a rede provocaram o rompimento de cabos e o acesso em alguns foi prejudicado.


Equipes foram movidas para reforçar atendimentos em bairros como Agenor de Carvalho e Joana Darc na capital.

Fonte - G1/RO



Postar um comentário

0 Comentários