Últimas

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Alt da Imagem

EDUCAÇÃO DE RONDÔNIA É DESTAQUE NACIONAL


A professora da Educação Indígena do Município de Espigão do Oeste-RO é a vencedora do XXIII Prêmio Arte na Escola Cidadã, que é realizado pelo (IAE) Instituto Arte na Escola. Prêmio que objetiva valorizar, revelar  e dar visibilidade a projetos desenvolvidos por professores que trabalham com diferentes tipos de arte. Ele reconhece e divulga e premia projetos exemplares nesta área do conhecimento a nível Nacional. A professora Keila Correia da Silva, idealizou o projeto  "De onde vem a Cinta do Povo Cinta Larga", e executou em cima da importância de manter viva a cultura e história do povo Cinta Larga, e assim fortalecer e revitalizar um ponto tão significativo para gerações futuras.

 O projeto tirou os alunos literalmente da sala de aula e os levou para a floresta nativa que arrodeia a Aldeia Roosevelt, onde se localiza a EIEEFM SERTANISTA BENEDITO BRIGIDO DA SILVA. A professora diz que “foi algo muito importante para aqueles alunos e sua comunidade, pois deu aos sabedores e anciãos a oportunidade de repassar todos seus conhecimentos e valores”.

Um reconhecimento de projetos no ensino de Artes capazes de despertar novos olhares e inspirar alunos, cidadãos e comunidades.

O Prêmio Arte na Escola Cidadã é destinado aos professores que desenvolveram projetos que cumpram os seguintes requisitos: Exclusivamente nas aulas de Artes; nos anos letivos de 2019, 2020 e 2021; nas respectivas escolas de ensino regular – Educação Formal; em Escolas Públicas ou Particulares, de todo o território nacional; envolvendo uma ou mais linguagens artísticas (Artes Visuais, Dança, Música, Teatro, dentre outras linguagens artísticas). O Instituto ativa o circuito da arte-educação por meio da Rede Arte na Escola, que oferece formação continuada para professores e licenciandos.












Fonte: Decom para o Portal Princesa Web

Postar um comentário

0 Comentários