Últimas

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Alt da Imagem

Cafeicutora de RO conquista o 2º lugar em concurso de qualidade do café



 Ângela Maria competiu na categoria canéfora. Para ela, essa é uma conquista de toda a família.

A cafeicultora rondoniense Ângela Maria conquistou nesta semana um feito histórico. Participando pela primeira vez de uma competição nacional, a agricultora foi a vice-campeã do 19º Concurso de Qualidade do Café, na categoria canéfora, organizado pela Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic).

O resultado da competição foi divulgado nesta sexta-feira (14) pela Abic. A pontuação da produtora foi de 8,25, garantindo a ela uma estreia de peso e importância no cenário nacional.

Ângela Maria foi a única participante de Rondônia a ficar entre os cinco colocados em todas as categorias.

“A gente fica muito feliz. Essa conquista é o reconhecimento do nosso trabalho. E é um trabalho familiar, então não é uma conquista só minha, mas de toda a minha família”, comemora a produtora.


Angela Maria herdou a propriedade do pai e decidiu investir na colheita de café — Foto: Angela Maria/Arquivo Pessoal

Produção
 

O segundo melhor café do concurso vem de um pequeno sítio em São Miguel do Guaporé (RO), o São Sebastião. A propriedade é uma herança do pai para Ângela.

Desde 2018 a produtora e a família plantam café. No entanto, começaram a cafeicultura especial apenas em 2020, durante a pandemia.

“Até então a gente não tinha conhecimento nenhum de café de qualidade ou práticas sustentáveis. Através do robustas amazônicos fomos buscando conhecimento”, relembra.

Propriedade de onde saiu o café premiado possui quatro hectares — Foto: Angela Maria/Arquivo Pessoal

No total, a plantação de café do sítio possui quatro hectares. Porém, os grãos específicos para o concurso saíram de um microlote de quatro sacas retirados de aproximadamente 3 mil pés.

Além da legitimação do trabalho, a premiação no concurso nacional oferece a vantagem de leiloar a saca do café dos campeões por um valor bem acima da média.

Um outro produtor de café de Rondônia também foi classificado numa categoria nova do 19º Concurso de Qualidade do Café, a Repescagem. Dione Bento, de Cacoal, também vai ter o café leiloado.

Café robusta amazônico plantado em São Miguel do Guaporé, RO — Foto: Angela Maria/Arquivo Pessoal

Fonte: G1/RO

Postar um comentário

0 Comentários