Últimas

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Alt da Imagem

Jovem que matou esposa a pauladas é indiciado por feminicídio em Cacoal, RO

 Investigações apontaram que caso foi premeditado. Suspeito alegou que matou a esposa porque estava sendo traído.


A Polícia Civil concluiu o inquérito sobre a morte de Katia Juliana Garcia, de 29 anos. Ela foi morta pelo marido com pauladas, em Cacoal (RO). O suspeito, identificado como Wensser Rugenio Ribeiro, foi indiciado por feminicídio qualificado.

O crime aconteceu há duas semanas. Segundo a Polícia, a qualificadora foi estabelecida porque as investigações apontaram que o crime foi premeditado e a vítima foi emboscada.

O suspeito foi preso em flagrante no dia 20 de novembro e continua detido na Casa de Detenção de Cacoal. Durante a investigação ele permaneceu em silêncio, alegando que se pronunciará somente à justiça.

Relembra o caso

Wensser foi flagrado por dois homens dentro de um sítio abandonado em uma linha rural de Cacoal. De acordo com relatos do boletim de ocorrências, o suspeito saiu da residência falando para os dois: “sai daqui que eu matei uma pessoa”.

As testemunhas chamaram a polícia e danificaram a motocicleta do suspeito para que ele não conseguisse fugir. Wensser ainda tentou ir embora arrastando o veículo, mas desistiu no meio do trajeto.

Quando a polícia chegou ele se entregou e confessou o crime: “Eu matei a minha mulher porque ela estava me traindo”, alegou.

O suspeito relatou que levou a esposa “para dar um passeio”, após uma discussão, já com a intenção de tirar a vida dela. No sítio abandonado, ele atacou a vítima com vários golpes de madeira na cabeça, até destruir o crânio.

Por Redação

Fonte G1/RO

Postar um comentário

0 Comentários