Presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, pede demissão



Rubem Novaes entregou pedido de demissão ao presidente Jair Bolsonaro, e ao ministro da Economia, Paulo Guedes.
O presidente-executivo do Banco do Brasil, Rubem Novaes, entregou pedido de demissão ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Economia, Paulo Guedes, válida a partir de agosto, informou a instituição financeira nesta sexta-feira.

O banco não informou quando o pedido de renúncia foi apresentado e afirmou que ela terá efeitos em agosto, “em data a ser definida”. Um substituto não foi divulgado.

Segundo o BB, Novaes, pediu demissão por entender que o BB “precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”.

O anúncio acontece em meio aos preparativos para o PIX, sistema instantâneo de pagamentos, e do open banking, ambos projetos liderados pelo Banco Central para ampliar a competição no setor bancário e que devem entrar em vigor no final do ano.

Novaes, forte defensor da privatização do BB e indicado ao cargo por Guedes em novembro de 2018, ficou pouco mais de 18 meses no cargo. Segundo uma fonte próxima do executivo, Novaes já vinha nos últimos meses manifestando cansaço e interesse em ficar mais tempo com a família.

FONTE:  REUTERS

Postar um comentário

0 Comentários