Operação apura fraudes de mais de R$ 1 milhão em licitações da prefeitura de Costa Marques, RO

 Segundo MP-RO e Polícia Civil, as fraudes foram praticadas por agentes públicos da Secretaria de Obras e Agricultura. Uma empresa também é investigada por receber dinheiro sem executar os serviços.


Por G1 RO

Servidores públicos e empresários de Costa Marques (RO) são suspeitos de envolvimento em fraudes à licitação, peculato e falsidade ideológica.


Para coibir as ações desse grupo criminoso, na manhã desta sexta-feira (4), a Polícia Civil cumpre 11 medidas cautelares, sendo oito mandados de busca e apreensão e três afastamentos da função pública e proibição de acesso à órgãos públicos em Costa Marques (RO) e ainda em Rolim de Moura (RO).


Chamada de "Operação Optimus", a ação investiga fraudes praticadas por servidores da Secretaria de Obras e Agricultura da Prefeitura de Costa Marques. Eles são suspeitos de direcionar licitações para que um empresário, do setor de fornecimento de peças e serviços de máquinas pesadas, ganhasse os certames. Os nomes dos investigados não foram divulgados.


Segundo a Polícia Civil, no procedimento licitatório, a Prefeitura de Costa Marques adotou atitudes inadequadas e ainda, realizou o pregão presencial em "dia não útil", visando beneficiar a empresa investigada.


Após ganhar o contrato a empresa deixou de fornecer alguns itens (peças e serviços) previstos no edital, segundo a Polícia Civil, e mesmo assim atestou a entrega dos materiais e execução do serviço, como se tivesse realizado.


Os procedimentos licitatórios investigados são referentes à aquisição pela Secretaria de Obras e Agricultura de peças e serviços para os veículos e máquinas da pasta, totalizando o valor superior a R$ 1 milhão.


No cumprimento dos mandados a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) contou com o apoio operacional das Delegacias Regionais de Rolim de Moura e Alvorada do Oeste (RO). O Ministério Público de Rondônia (MP-RO) prestou apoio na fase das investigações.


O G1 tentou contato com a assessoria da prefeitura de Costa Marques e, até a última atualização desta reportagem, os telefonemas não foram atendidos e os e-mails não foram respondidos.

Postar um comentário

0 Comentários