Últimas

6/recent/ticker-posts

Governo autoriza retorno das aulas presenciais em nove municípios de Rondônia

Retomada está autorizada para o setor privado e rede pública dos municípios. Atividades da rede estadual de educação continuam suspensas.


O governo de Rondônia publicou um decreto, nesta quinta-feira (22), autorizando a retomada de aulas presenciais em escolas e faculdades privadas e públicas municipais de Rondônia. O decreto já está em vigor, mas as atividades da rede estadual de educação continuam suspensas.


De acordo com o decreto, as aulas presenciais podem retornar em instituições privadas de educação infantil, fundamental, médio e superior. Porém, essa retomada só poderá ocorrer nos municípios que que estiverem na fase 4 do Plano Todos por Rondônia (veja a lista abaixo).


O documento do governo determina que o retorno das aulas presenciais deve ser de forma gradual e escalonada, com até 50 % de sua taxa de ocupação. As carteiras dos estudantes precisam manter m distanciamento mínimo de 120 cm.


Ainda segundo o decreto, os pais ou responsáveis dos alunos menores de idade poderão optar pelo ensino presencial ou manter o ensino remoto (virtual), independente de ser grupo de risco. A mesma regra vale para estudantes acima de 18 anos, que terá “seu poder de decisão”.


O governador Marcos Rocha também decidiu que as instituições de ensino municipais podem voltar com as aulas presenciais, mas essa decisão é facultativa, seguindo o plano de retomada que cada município organizar. O decreto já está em vigor.


Onde as aulas já podem voltar?


Porto Velho


Ariquemes


Mirante da Serra


Candeias do Jamari


Primavera de Rondônia


Guajará-Mirim


Chupinguaia


Pimenteiras do Oeste


Vale do Paraíso


O que mais é importante saber sobre o decreto N° 25.470


Os ajustes necessários para o cumprir o calendário escolar serão estabelecidos pelos órgãos competentes, após o retorno das aulas presenciais.


As creches podem disponibilizar atendimento presencial aos filhos de profissionais vinculados às atividades essenciais e crianças com deficiência, seguindo sempre as fases do distanciamento social controlado e limite de até 50% da capacidade.


Estágio supervisionado ou internatos poderão ser realizadas nas unidades de saúde, públicas e privadas, pelos alunos de medicina que estejam cursando o quinto ou sexto ano e pelos discentes de outros cursos.


As aulas presenciais só estão autorizadas às cidades que tiverem na fase 4 de distanciamento.


As aulas presenciais em Rondônia estão suspensas desde março, por causa da pandemia do novo coronavírus.

Fonte: G1/RO


 

Postar um comentário

0 Comentários