Últimas

6/recent/ticker-posts

PM apura perseguição que acabou na morte de casal e guarnição poderá ser punida

 A Polícia Militar informou que abriu uma sindicância para apurar as causas da morte do casal, o empresário Samuel Assis de Lima Miranda, 26, e a técnica de enfermagem Beatriz Aguiar, 18, na madrugada de domingo (25) na Avenida Tiradentes, próximo a Avenida Rio Madeira, bairro Embratel, na capital de Rondônia.



Nas imagens de uma câmera de monitoramento de um comércio na região é possível ver a motocicleta Honda Titan com o casal e duas viaturas em perseguição. A caminhonete da PM do 1° Batalhão vinha logo atrás fazendo o acompanhamento tático, mas é ultrapassada por outra modelo Gol que seria do Batalhão de Trânsito.


O casal é fechado, bate na lateral do Gol e vai de encontro com árvores no canteiro central da via. As vítimas morreram no local. A jovem teve afundamento de crânio e o homem dilaceração na região do fêmur.


Os policiais que registraram o ocorrência disseram que o casal estaria no Espaço Alternativo onde um grupo de motociclistas que participava de um "rolezinho" era abordado por equipes da PM.


Samuel teria fugido na contramão da Avenida Jorge Teixeira e depois seguiu no sentido normal da Avenida Tiradentes, até que a viatura modelo Gol passa a caminhonete e fecha a motocicleta, de acordo com as imagens da câmera de monitoramento.


A Polícia Militar informou que se for comprovada a culpa dos policiais na morte do casal a guarnição será responsabilizada criminalmente.


Motivo da fuga


As informações apuradas pelo Rondoniaovivo são de que Samuel teria fugido da abordagem da PM com receio de sofrer multa pelo crime de direção perigosa por estar participando do "rolezinho".

Fonte: rondoniaovivo

Postar um comentário

0 Comentários