Últimas

6/recent/ticker-posts

Polícia Técnica e Médico Legista constatam que morte em poço foi por descarga elétrica e não por inalação de gás tóxico, em Rolim de Moura

 

Nesta quarta-feira, 16, foi concluído o laudo necroscópico do trabalhador Wagner Batista de Jesus, que morreu durante a tarde de ontem, dentro de um poço localizado em uma propriedade rural em Rolim de Moura.


O fato


Wagner estava realizando a limpeza do poço quando em dado momento perdeu a consciência. O morador do sitio ainda tentou resgata-lo, mas acabou passando mal e não conseguiu chegar ao trabalhador. Militares do Corpo de Bombeiros compareceram ao local e realizaram a retirada do corpo de Wagner, que já estava submerso.


Trabalhos periciais e laudo necroscópico


Durante os trabalhos periciais, devido às evidencias no corpo da vítima, foi descartada a hipótese de que Wagner poderia ter morrido em decorrência de intoxicação provocadas por gazes, que podem conter em poços.


Foi constatado durante a necropsia que o calçado de Wagner estava “derretido” e o corpo apresentava uma lesão próximo a uma das orelhas, como se fosse uma “saída” de descarga elétrica. Sendo concluído pelo Perito da Polícia Técnico-Científica (Politec) e Médico Legista que, Wagner morreu em decorrência de uma eletroplessão, ou seja, morte provocada pela exposição do corpo a uma descarga elétrica, neste caso de forma acidental.

Fonte: Alerta Rolim

Postar um comentário

0 Comentários