Últimas

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Alt da Imagem

Rússia viola Convenções de Genebra com danos ambientais bilionários, diz Kiev

 A Rússia causou danos ambientais devastadores e de cifras bilionárias na Ucrânia durante os quase 11 meses de guerra. A afirmação foi feita na segunda-feira (2) pelo ministro da Defesa ucraniano, Oleksii Reznikov, que acusa Moscou de violar um artigo das Convenções de Genebra de 1949. As informações são da revista Newsweek.

Ucraniana observa escola destruída em bombardeio russo (Foto: Ashley Gilbertson/Unicef)

“Os danos à ecologia causados ​​pela Rússia são estimados em US$ 35,3 bilhões. Milhões de hectares de reservas naturais estão sob ameaça. O Artigo 55 do Protocolo I [das Convenções de Genebra de 1949] proíbe a guerra contra o meio ambiente natural por meio de represálias, mas a Rússia não se importa” , escreveu a autoridade em sua conta no Twitter.

A norma relativa ao Direito Humanitário Internacional citada por Reznikov, intitulada “Proteção do Meio Ambiente Natural”, diz o seguinte: “Deve-se tomar cuidado na guerra para proteger o meio ambiente natural contra danos generalizados, de longo prazo e graves. Esta proteção inclui a proibição do uso de métodos ou meios de guerra que se destinam ou podem causar danos ao meio ambiente natural e, assim, prejudicar a saúde ou a sobrevivência da população“.


De acordo com Inspetoria Estadual do Meio Ambiente da Ucrânia, o conflito iniciado em 24 de fevereiro de 2022 pela Rússia poluiu mais de 291 milhões de metros quadrados de terra dentro do território invadido, causando a destruição de mais de oito bilhões de metros quadrados, o que resultou em danos estimados em US$ 12 bilhões, informou o jornal local Kyiv Independent.

Em agosto, o Ministério de Proteção Ambiental e Recursos Naturais da Ucrânia relatou mais de dois mil incidentes coordenados pelas tropas do Kremlin que resultaram em destruição no solo e na água e poluição no ar. À época, o prejuízo estimado pela pasta em danos no solo e recursos hídricos superava US$ 10 bilhões.


“Desde o início da invasão em larga escala, registramos todos os crimes do ocupante contra o meio ambiente para fazê-lo (o presidente russo Vladimir Putin) pagar integralmente pelo que fez ao povo ucraniano”, disse o ministério à época.


Ucranianos x ucranianos

Reznikov também citou outras ações russas em desacordo com a leis internacionais, incluindo o recrutamento de ucranianos em áreas ocupadas – como nas autodenominadas Repúblicas Populares de Donetsk e Luhansk, que integram a região de Donbass – para lutar contra seu próprio país, o que viola o Artigo 51 das Convenções de Genebra.


“Os russos continuam recrutando à força ucranianos dos territórios ocupados para lutar contra seu próprio país. Gostaria de lembrar que a 4ª Convenção de Genebra proíbe os ocupantes de obrigar pessoas protegidas a servir em seu exército”, disse na sexta-feira (30) o ministro da Defesa ucraniano, que ainda destacou o uso de armas consideradas “excessivamente prejudiciais” pelas forças russas.

Por redação

Fonte A Referência 

Postar um comentário

0 Comentários